Loading...

Blog

ONDE FALAMOS DE BOLSA
Home / Blog

Planear o investimento em bolsa

Mini Manual do Investidor – Parte I

Este é o primeiro artigo do que se espera ser uma série. O seu objectivo é começar pelo principio. passe a redundância.

Mini Manual do Investidor – Parte I

Primeiro, começar por planear o seu investimento em acções ou ETFs, o que não é mais do que um processo de trabalho, em que primeiramente se desenvolve um plano de acção, seguido da sua aplicação.

Muitas pessoas vivem a viagem da vida, dia a dia, sem nada planearem, outras vivem vidas (viagens) que não querem viver só porque não sabem o que hão-de fazer

Pretende-se que aprendam a definir um destino (objectivo) e ao mesmo tempo a trabalhar (construir) num plano que os levará até lá

Como jovem investidor, recentemente chegado ao mercado, está ainda no início da sua viagem e as informações que lhe pretendemos dar aqui estão, certamente disponíveis na Internet, mas de forma avulsa.

Regra geral são informações que podemos compreender sem dificuldade e quando dizemos sem dificuldade queremos dizer que, se não compreende imediatamente alguma coisa então tem que deixar de fora até ter conhecimentos suficientes. Não complique.

Perguntar-se-ão porque razão a DIF Broker está interessada em prestar este serviço. A resposta é simples! Antes de se poder falar de bolsas ou activos financeiros, é preciso saber planear os seus investimentos para se ser um bom investidor.

Planear faz parte do processo. Como investidor, deve seguir o seu plano a sua estratégia e não o plano que outros desenharam para si em fóruns de bolsa ou por amigos com as melhores das intenções. O que pretendemos aqui é ajudar a construir um plano pessoal, a decidir qual o melhor caminho para a tal viagem.

Sem um plano, é muito difícil ter uma vida de investimento com sucesso.

Primeiro: Procurar ter um mínimo de conhecimento lendo livros sobre o tema lendo a informação disponível em sites como o da DIF Broker ou outros, frequentar um curso básico sobre mercados de capitais.

Segundo: Vai investir em acções ou ETFs? Leia o que são acções e o que são ETFs decida por si aquilo que mais se adequa ao seu perfil. É fundamental começar por fazer este esforço de entendimento sobre o que é uma coisa e outra para começar a perceber o que é risco.

Sem este primeiro ponto, está mais sujeito a ser levado pelos dois sentimentos que afectam todos os investidores: medo e ganância

O nosso interesse é ajudar a estabelecer objectivos para uma vida financeira estável sem percalços e pouca insegurança.

Sempre que tiver dúvidas fale connosco!

 

Veja também: