Voltar ao Blog
Mitos e Realidades

Mini Manual do Investidor Parte III

No ultimo artigo vimos que o mais importante em bolsa é a cotação. Essa é a única verdade do mercado. Existem no entanto mitos suportados na tradição de que existem pessoas ou entidades capazes de fazer dinheiro permanentemente no mercado.

Será que existem investidores que nunca perdem no mercado? Em termos empíricos isso pode ser uma possibilidade, mas é certamente o pior dos objectivos para se estar no mercado e uma fantasia que o vai desviar daquilo que é mais importante. Para si que se inicia deve: reconhecer que errar faz parte da vida e que o importante no errar é saber reconhecer que se erra e porque se erra.

Investir na bolsa é um negócio como outro qualquer e assim sendo, o lucro é o objectivo. A percentagem de vezes que se ganha ou se perde é só estatística.

Se esse não for o seu comportamento no mercado será tomado pelas suas reacções emocionais que farão com que o seu negócio em Bolsa não dê dinheiro. Evite por isso qualquer tipo de reacções emocionais, quer estas sejam positivas, do tipo: comprei a 20 já vai a 30. Vai a 30 mas não vou vender nem a 50.

Ou reacções negativas do tipo: o preço está a cair mas ainda estou no lucro. Ou, a cotação já está abaixo do preço de compra mas eu não vendo. Vai subir porque já caiu demais.

As emoções não têm nada que ver com a gestão do seu negócio. Só a acção e a sua decisão contam. No seu ‘’negócio’’ existem questões que são importantes (como a aprendizagem sobre o seu negócio) e existem questões que pode controlar (como por exemplo executar correctamente aquilo que aprendeu sobre o seu negócio). O seu interesse e atenção deve estar na intersecção destas duas questões referidas. Tudo o que não seja não reconhecer isto, será a sua falência, porque entendeu não aprender, porque não preparou uma estratégia e porque não está a aplicar nenhuma das regras que deve cumprir.

 

Os mercados são feitos de períodos de subida e de descida como já vimos anteriormente. O mais longo período de subida teve inicio em 1990 e terminou a 24 de Março de 2000 com o crash das empresas internet.

Actualmente estamos no segundo maior período de subida do mercado com 5 dias de diferença relativamente ao anterior mas que será certamente já o mais longo período da história dos mercados quando ler este artigo.

Se não houver racionalidade e conhecimento, se não houver regras para estar no mercado, então em termos emocionais estará tomado pela emoção na fase da euforia: compra porque saiu uma noticia, compra porque acha que vai subir. O ‘’achómetro’’ não é uma boa técnica de mercado.

 

Mais de 50% do volume de egócio negociado em bolsa é neste seculo XXI responsabilidade de máquinas e de algoritmos. As máquinas substituíram os investidores na negociação de muito curto prazo. São aquilo que se designa por ‘’Trade de alta frequência’’ ou HFT como é conhecido na gíria. Este tema é altamente controverso sobretudo desde a saída do livro ‘’Flash Boys’’ de Michael Lewis, porque representa a parte mais cinzenta dos mercados no estado actual da regulação existente.

O operador de HFT Virtu escreveu no seu prospecto de IPO só ter perdido dinheiro um dia em 1238 sessões de negociação.

Porque é uma anormalidade é uma anormalidade da sua tecnologia que deverá estar sob escrutínio do regulador.

Reconhecer os factos, aceitar factos, cumprir com regras estabelecidas e aceitar a nossa total ignorância quanto ao resto, farão de qualquer iniciado um melhor investidor em bolsa.

 

Como investidores ninguém sabe quanto tempo mais vai durar o ‘’Bull market’’ ou quando irá acabar. Como investidores ninguém deve ter um particular interesse em que o mercado suba ou desça. O que faz esta actividade ser mais interessante que qualquer outra, é poder verificar que os mercados se alteram regularmente com novas industrias que sendo suficientemente inovadoras acabam por liderar o mercado em substituição de antigas industrias, que por vezes simplesmente desaparecem. As alterações que se verificam nos mercados são as mesmas alterações que se verificam nas sociedades, por vezes de forma mais rápida. Um bom investidor deve ser um bom observador e ter regras que não abdica de cumprir. No próximo texto veremos o Bullish Percent. Este indicador permite-nos saber , tal como num jogo de futebol, se devemos estar ao ataque ou à defesa. Tal como num jogo de futebol ninguém sabe quem vai ganhar antes do jogo, a única coisa que as equipas devem saber é o que fazer durante o jogo, no fim ganhará aquele que cometeu menos erros e foi mais astuto na leitura do jogo. Não é diferente nos mercados.

 

AVISO LEGAL: A informação aqui apresentada é apenas para fins informativos e não constitui uma recomendação de investimento, convite ou oferta para realizar qualquer operação ou transacção. Esta informação não é um reflexo de posições (própria ou de terceiros) firme dos participantes nos mercados de valores. A DIF Broker não tem em conta objetivos de investimento específicos ou situações financeiras particulares. Também não faz qualquer declaração ou assume qualquer responsabilidade sobre a confiabilidade das informações fornecidas ou perda decorrente de investimentos realizados. Este conteúdo é puramente informativo, portanto, não deve ser utilizado para valorizar carteiras ou ativos, nem servir de base para recomendações de investimento. Para os fins informativos deste blog, as decisões de investimento tomadas com base neste conteúdo são da exclusiva responsabilidade do investidor. As operações feitas em seu nome seguindo as recomendações de uma análise, em investimentos particulares e sem limitação, e alavancados, como o comércio de câmbio e investimento em derivados pode ser muito especulativo e, portanto, gerar lucros, mas também perdas. Antes de fazer um investimento ou efectuar uma transacção, deve considerar a sua situação financeira e consultar o seu / s conselheiro / s financeiros / s, a fim de compreender os riscos e considerar se é apropriado à luz da sua situação. Todas as opiniões expressas estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. O conteúdo pode mostrar a opinião pessoal do autor que pode não reflectir a opinião da DIF Broker.
Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida dinheiro devido ao efeito de alavancagem.
86% das contas de investidores de não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor.
Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.