Loading...

Blog

ONDE FALAMOS DE BOLSA
Home / Blog

Melhores Acções Para Investir?

O leitor está a iniciar-se na bolsa de valores? Não sabe por onde começar?

A maioria das pessoas, aquelas que se aventuram pela primeira vez neste mundo, nas suas primeiras decisões, opta por investir em acções com as quais está familiarizada.

Assim, um português irá investir, por exemplo, em acções do BCP ou da EDP Renováveis; tal decisão, resulta da mera leitura de um jornal económico: permitir-lhe-á consultar notícias sobre estas empresas, como por exemplo, o valor pago em dividendos, como realizou uma reestruturação, como nomeou um novo CEO ou como entrou numa nova linha de negócio.

A leitura atenta destas notícias, ao contrário do que muita gente julga, não proporciona qualquer vantagem no momento de investir.

Conhecer aquilo que toda a gente já conhece não fará de si um investidor de sucesso. A publicação de qualquer informação relevante, que se torna disponível para o grande público, irá criar um ajustamento imediato à cotação da acção – é assim o normal funcionamento das mais importantes Bolsas de Valores.

Se o leitor possuir uma dada informação que não está disponível para o grande público, e utilizá-la a seu favor, pode incorrer num crime, aquilo que se designa por “abuso de informação privilegiada”, que pode ser punível com pena de cadeia.

Em que consiste o uso de informação privilegiada? Vamos utilizar um exemplo: um banqueiro sabe que as imparidades do balanço para um dado exercício serão mais elevadas do que o esperado pelo mercado; antes de as anunciar ao público, abre uma posição curta nas acções do próprio banco; desta forma, após o anúncio, a cotação regista uma queda acentuada, gerando imensos ganhos para a sua posição curta.

A informação privilegiada pode proporcionar enormes benefícios, no entanto, apenas está acessível a pessoas que conheçam por dentro uma dada empresa, aquelas que estão em lugares de direcção ou com acesso directo aos mesmos; por essa razão, as administrações das empresas – incluindo pessoas vinculadas – cotadas em bolsa são permanentemente escrutinadas pelos supervisores, com o intuito de impedir tal prática.

Em conclusão, o suposto conhecimento que o leitor possui de uma dada empresa, em virtude de obter notícias sobre a mesma através dos jornais ou outro meio de comunicação, não lhe irá garantir qualquer sucesso em bolsa.

Assim, a pergunta coloca-se: como seleccionar as melhores acções para investir?

Um dos métodos que apresento no presente artigo, consiste em seleccionar valores que registem uma tendência, seja ela ascendente ou descendente.

Com que objectivo? No fundo, é como observar um rebanho que se dirige numa dada direcção; seguidamente, agregamo-nos a esse movimento com uma posição que nos permite retirar lucros com o mesmo.

Por que razão é sempre imprudente tentar impedir o curso natural de uma multidão? Ora, vamos imaginar que o leitor está numa sala de cinema; é o único que conhece a saída de emergência; sabe que esta se situa na retaguarda da sala; no entanto, os demais espectadores julgam que esta se situa atrás do ecrã, através de duas portas laterais.

Se existir uma emergência, o que irá acontecer? Apesar do leitor estar certo, de nada lhe vai adiantar: será esmagado pela multidão em pânico!

No mercado é igual, para investir na bolsa com sucesso não deve contrariar a tendência – esta é uma das regras mais importantes para investir na bolsa de valores.

Na Figura 1, podemos observar a evolução do índice bolsista Nasdaq 100 entre o final de Janeiro de 2009 e o final de Março de 2021, em que registou um desempenho superior a 1000%; tem claramente uma tendência ascendente: alguém, no seu perfeito juízo, se atrevia a “tentar” uma posição curta neste índice?

Figura 1

Se tentasse o famigerado curto, os resultados certamente teriam sido desastrosos. Desta forma, a parte mais complexa desta estratégia consiste em detectar estas tendências, preferencialmente o mais cedo possível; neste caso, juntamo-nos à multidão, com o objectivo de beneficiar-nos dos ganhos que uma tendência, regra geral, proporciona.

Como detectar oportunidades? Qual a metodologia para investir na bolsa de valores com sucesso, através da selecção criteriosa de um conjunto de acções?

Vamos então explicar as diferentes etapas:

  • Seleccionamos um conjunto de países que possuem bolsas de valores relevantes, no nosso exemplo: EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Suíça, Suécia, Espanha, Holanda, Dinamarca, Itália, Finlândia, Noruega e Bélgica;
  • Seleccionamos apenas empresas com uma capitalização bolsista superior a 20 mil milhões de Euros. Desta forma, estes valores asseguram uma elevada liquidez, possibilitando a compra e a venda do valor com enorme facilidade, rapidez e baixos custos – os spreads são menores;
  • Determinamos um conjunto de indicadores, que nos permitirá filtrar os valores mais interessantes, através da construção dos índices, um ascendente e outro descendente:
    • Variação da cotação nos últimos 6 meses;
    • Variação da cotação nas últimas 52 semanas;
    • Indicador ADX – 30 dias -, que permite medir a força de uma dada tendência, seja ascendente ou descendente. Se o valor é elevado, significa que a tendência é expressiva;
    • Média móvel simples de 10, 50 e 200 dias – cotação diária;
  • Calculamos um índice Ascendente (que varia entre 0 e 100), com os seguintes pesos: 50% para a variação da cotação nas últimas 52 semanas; 20% para o indicador ADX; e 30% para a variação da cotação nos últimos 6 meses;
  • Calculamos um índice Descendente (que varia entre 0 e 100), calculado com os mesmos pesos do anterior; no entanto, no caso da variação da cotação, quanto menor ou mais negativo, maior o valor, tanto para os 6 meses, como para as 52 semanas.

Utilizando o terminal da Reuters, podemos constatar que para os países sobreditos, existem 517 empresas com uma capitalização bolsista igual ou superior a 20 mil milhões de EURs no final de Março de 2021, tal como podemos observar na Figura 2.

O mercado norte-americano representa 70% deste total, demonstrando que os EUA possuem as bolsas de valores mais relevantes, pois as principais empresas do mundo estão aí cotadas.

Figura 2

Cerca de 15% destas empresas (80 empresas em 517) – ver Figura 3 – são do sector tecnológico.

Com a crise Covid-19, este sector assumiu uma enorme preponderância, com a sua capitalização bolsista a crescer expressivamente desde Abril de 2020.

Por outro lado, o sector energético, que outrora agregava as maiores empresas, perdeu importância.

Figura 3

Seguidamente, aplicamos o seguinte filtro: vamos seleccionar as empresas que apresentam uma tendência ascendente, segundos as médias móveis (Média Móvel Simples de 10 dias superior à de 50 dias, a de 50 dias superior à de 200 dias), e calcular a média do Índice Ascendente por sector de actividade.

Assim, podemos verificar que o sector dos Bens de Consumo regista a maior média de todos os sectores; por outras palavras, é aqui onde se encontram as melhores empresas; para este sector, encontramos o valor do Índice Ascendente em 27.

Para terminar, seleccionamos as 5 melhores empresas, as que apresentam o valor mais elevado: Evolution Gaming Group, Wayfair Inc, Draftkings, Ford Motor Co e Expedia Group Inc.

Previamente à tomada de decisão, deve ser analisado o gráfico. Como podemos observar na Figura 4, a empresa Evolution Gaming, da Suécia, apresenta uma tendência ascendente clara – aquilo que se designa por um gráfico próximo da perfeição, para quem procura uma tendência.

Aplicando-se a análise técnica ao gráfico, poder-se-á determinar pontos de entrada e saída; o leitor deverá frequentar um curso de bolsa, por forma a adquirir os conhecimentos necessários para a tomada de decisões de investimento.

Figura 4

No caso das empresas com tendência descendente, e aplicando um filtro semelhante, no entanto, utilizando o Índice Descendente, podemos concluir que para o final de Março de 2021, o sector de Bens de Consumo, também apresenta as melhores oportunidades; nesta caso, identificamos os seguintes valores: DoorDash, Airbnb e Lululemon Athletica.

Na Figura 5, podemos observa a evolução da Lululemon Athletica desde o final de 2020, em que regista uma tendência claramente descendente.

Figura 5

Em conclusão, a identificação de acções com tendência é um requisito do sucesso, pouco importando se conhecemos ou não o valor. O gráfico reflecte a informação total que o mercado possui sobre um dado valor, dando-nos a conhecer se os compradores ou os vendedores são dominantes.

Inscreva-se num dos nossos webinars de bolsa (consultar o apartado “Aprender”):  de que espera?

Veja também: